27 de jan de 2012

AMIGA SOLIDÃO


"Olá minha amiga, a quanto tempo não nos falamos.
Sabe, não é que eu não tenha notado sua presença, mas preferi ignorar.
Já vivi tanto tempo ao seu lado, que tive medo de não saber mais viver longe de ti. Busquei novos caminhos, conheci novas pessoas, me entreguei a coisas que não deveria, pra tentar te evitar. Mas aqui estou eu mais uma vez, rendida a você.
Não se preocupe, não irei lhe negar mais, sei que por mais que eu rode o mundo, é contigo que sempre irei estar.
Pessoas vêm e vão, fazem mais o mal do que o bem, mas você permanece aqui, silenciosa observando minha tola mania de tentar me encaixar nesse ciclo doente. E quando tudo acaba você está ali de braços abertos me esperando, e assim se instala mais uma vez em meu peito e não permite que eu me perca na dor.
Já vi muita gente rir da escolha do meu destino, achando que eu sigo em um caminho delirante e sem volta, mas prefiro ser assim do que me perder na futilidade de um mundo que não sabe pra onde vai.
Por isso, seja vem vinda de volta ao mais intimo de mim querida amiga... Solidão!"
Aline Alves


Nenhum comentário:

Postar um comentário