30 de mar de 2012

DESTE LADO




"Sem retorno
Contra-mão do começo ao fim
Muita luta
Escolhendo entre o não e o sim


Uma só direção
Uma estrada com linha de chegada
Uma só chance
De fazer valer a pena a caminhada


Siga adiante
Olhe para frente e pra todos os lados
Vá em frente
Não desista, apesar do cansaço


O planeta em movimento
E nós com ele devemos seguir
Aqui é tudo transitório
Mas não vale a pena desistir


Pontos de vista mutáveis
Cada manhã uma nova labuta
Ano a ano, crescendo
Se desenvolvendo na luta


Todo mundo faz o mesmo
A Terra gira sem parar
Mesmo quando nos formos
Nada vai terminar


A carne perece
A alma descansa
O mundo segue
Nasce outra criança


O nosso lugar é transferido
Quando vaga, outro invade
Mas o que vivemos deste lado
É nossa saudosa felicidade"
Thiago Lamas

28 de mar de 2012

VIAJANTE




"Um longo caminho sem previsão de chegada
Sem pressa, vou curtindo a caminhada
Tanta coisa pra se ver
Muita coisa pra aprender


Dias e noites na estrada
Vou a pé, deixando minhas pegadas
Assim, quem passa pode seguir
Enfim, companhia vou conseguir


Vou indo tranquilo, agora acompanhado
Não vejo futuro, não vejo passado
Me concentro no agora, no que é importante
Sou do hoje, sou um louco viajante


Por tanto tempo seguindo
Me sinto voltando ao ponto de partida
É que nunca aprendemos tudo
Surpresas sempre nos reserva a vida


Nessa longa estrada que percorremos
Nos vale de tudo, o errado e o certo
Pra tudo há um motivo, pra tudo há um momento
Nós amamos, choramos, vencemos, perdemos


E assim vamos nós caminhando
Cada vez mais lentos, mais atenciosos
A cada ação, uma reação em retorno
E lá se vão todos os nossos anos


Já avisto o fim da jornada
Por tanto tempo andei, estou cansado
Mas todo o suor que deixei no caminho
Estou certo de que será lembrado"
Thiago Lamas

25 de mar de 2012

IMPERFEIÇÃO DOS PERFEITOS


"A dor e outros sentimentos ruins
A espera que parece não ter fim
Os dias que sempre são os mesmos
E a vida que se arrasta pelo tempo

O que esperam de mim
Eu não posso me tornar
A menina que sempre foi forte
Hoje não parou de chorar

Pra que serve a luz que não acende?
De que vale o perdão de quem não se arrepende?
E a imperfeição dos perfeitos
Esmaga o último fio de vida que havia no peito
E tudo em que se acredita
Tudo aquilo a que se credita a esperança
Some no ar e em segundos não passa de uma lembrança

Se não há paz não há amor
Se ainda há ódio é porque há rancor

As cobranças feitas
Além de injustas
São suspeitas
Pois partem de quem deveria dobrar os joelhos
E ver que não há paz na imperfeição dos perfeitos"
Aline Alves


MINHA IMPERFEIÇÃO


"Abandonada, perdida, sozinha e sem forças.
Segurei as lágrimas e escondi tudo por muito tempo, mas hoje a dor se faz maior que a minha vontade de prosseguir.
O choro de hoje é um dos mais dolorosos dos últimos tempos.
Eu corri, eu tentei chegar a tempo da última chance se esvair, mas existem coisas que estão além da minha capacidade de fingir.
Disseram que eu mascaro meus sentimentos, mas creio que essa é a única forma que tenho de me esconder do mundo.
Mãe desculpe-me! Juro que até hoje fiz o meu melhor, mas acho que não sou tão boa quanto você esperava.
Eu queria agora poder escrever sobre os momentos bons que nunca tivemos. Escrever sobre momentos de carinho que estão cada vez mais escassos...
Mas acho que as lágrimas que rolam pelo meu rosto nessa madrugada, bloqueiam os sentimentos bons que haviam dentro de mim. Hoje me afoguei em alguns copos de cerveja pra tentar esquecer tudo. Sei que isso não resolve, mas o que pode resolver tudo isso? O que pode mudar toda essa situação? Só queria deixar de existir agora!
Hoje vejo sentido naquela canção que diz: “Sinto muito, eu não posso ser perfeito”.
Só espero que algum dia, antes do último, você possa ver que eu tentei ser o meu melhor, mas infelizmente o meu melhor nunca foi o bastante pra você!
Mais que a dor, sinto-me como uma criança abandonada. Perdida e sozinha, solta pelas ruas de uma cidade grande e desconhecida. Não sei para onde ir, não tenho para onde correr, não existem braços abertos esperando para me receber.
Sou o passarinho que caiu do ninho em uma tentativa frustrada de voo. Agora estou a mercê de qualquer predador!
Sou a gota de suor que cai sobre o chão, fruto do esforço e dedicação, mas desprezada por cair.
Sou o discurso gritado e espalhado as quatro cantos, mas que nunca ninguém ouviu.
Esse inverno, quero voar para o sul, mas não pretendo voltar no verão. Estive aqui por todos os dias de sol, mas nenhum deles aqueceu meu coração!
Quero caminhar sem direção e sem destino algum e ainda assim sentir meus pés tocando o chão e saber que ainda estou viva.
Quero encontrar um lugar onde eu não seja apenas um motivo de reclamações.
Peço desculpas se não fui quem esperavam que eu fosse, mas ninguém ficou mais triste do que eu!"
Aline Alves

22 de mar de 2012

SENTIDOS




"No branco completo
A minha mente se esvai
Num silêncio perturbador
Todo o juízo se vai


Eu olho para os lados
E nada mais tem foco
Coço os olhos com força
De sentido então eu troco


Tento sentir o gosto
O amargo, o doce, o salgado
Já cansado, engulo, pesaroso
É como se estivesse resfriado


Procuro com os dedos seu rosto
Mas meu corpo já não responde
Estou preso, aqui, neste corpo
Será isto, meu Deus, a chamada Morte?


A minh'alma caminha tão livre
Não há frio, nem fome ou dor
Não há luz ou barulho, mas se vive
Com aquilo que chamamos de amor"
Thiago Lamas

20 de mar de 2012

ALÉM


"O que te leva a crer que pode me julgar?
Você não conhece meus medos, meus conflitos...
Você não escreveu as linhas do meu livro da vida, pra se achar no direito de achar defeitos na minha história!
Onde você estava quando eu chorei? E quando eu precisei de alguém para conversar? Você estava por perto pra me estender a mão quando eu cai?
Enquanto sua família te abraçava, eu chorava a falta do meu pai, as brigas e incompreensão da minha mãe e o descaso do meu irmão.
Enquanto você era o popular da escola, eu era a menina gorda e de óculos que se escondia nos cantos.
Enquanto você viveu, eu sobrevivi.
Então antes de apontar algo em mim, retenha-se ao seu silêncio e aprenda a observar muito além do agora.
Inofensivas palavras podem ser grandes terremotos.
As coisas sempre vão além do agora, além do que seus olhos veem, além da sua ignorância!"
Aline Alves


15 de mar de 2012

PRA NINGUÉM




"Tantos rostos sem expressão
Tantas vidas sem paixão
Quanto tempo, quanta mágoa
Tanta coisa sem razão


Tanto tempo desperdiçado
Quantas lágrimas no chão?
Tanto sentimento jamais expressado
Muita vida gasta em vão


O seu tempo vai se esgotando
E a tua vida está se esvaindo
O teu pranto continua rolando
Seu coração, cada vez mais ferido


Depende de você, a mudança
Comece agora, tenha fé
Pois o tempo que é gasto pra nada
Ele não volta atrás... pra ninguém"
Thiago Lamas

13 de mar de 2012

VERDADES DE HOJE




"Minhas verdades de hoje
São do agora, são do momento
Porque o hoje é tudo o que eu tenho


Este exato segundo e cada pensamento
Cada simples opinião
Tudo munda com o tempo


Por isso eu vivo no presente
Conjugo os verbos no gerúndio
Estou amando, comendo, sentindo
Estou querendo viver a fundo


No futuro, amanhã eu penso
Eu quero um hoje de qualidade
Vou realizando tudo
Conforme minha momentânea verdade"
Thiago Lamas

UM DIA EM SILÊNCIO


"Hoje não é um dia de palavras fortes ou marcantes, é só um dia de silêncio.
Sinto que não devo falar hoje, que não acrescentarei nada ao mundo e nem mudarei toda essa situação se disser algo.
Algumas palavras são direcionadas a mim junto com um olhar de desaprovação, mas meus lábios permanecem imóveis. Minha boca está estática, deixando que apenas meus olhos contemplem mais esse capitulo de algo que eu preferia que não tivesse nem começado.
E as horas passam, o dia vai caminhando para a morte, para o último suspiro, mas eu permaneço fiel ao meu silêncio.
Boca selada, e todo esse vazio ecoa a confusão que se instaurou na minha mente. Mas por fora ainda permaneço firme e silenciosa como se fosse feita de pedra.
Começa a chover, ainda escuto alguns murmúrios ao meu redor, mas o barulho da água tocando o solo e dos trovões rasgando o céu escuro, ficaram mais evidentes que qualquer outra coisa. Queria ter a coragem que o céu tem, de chorar, gritar e colocar pra fora o que lhe aflige. Mas eu e minha péssima mania de guardar o que sinto pra mim, me mantem calada e estática, alheia a tudo que acontece nesse momento.
Costumo falar de mais, sempre achei que deveria dizer às palavras que o mundo precisa ouvir e que se alguém se cala é porque chegou a minha hora de falar, dessa forma o silêncio jamais seria capaz de invadir um lugar onde eu estivesse presente. Não que eu queira ser o centro das atenções, mas sempre achei que o silêncio abria portas pra sentimentos ruins e pensamentos que nos perturbam, e que as palavras são as únicas capazes de portar luz em momentos assim. Mas hoje percebi que o silêncio não é um vilão, mas sim um amigo, coadjuvante na história que nós escrevemos e que ele só auxilia naquilo que você quer sentir.
Hoje eu aprendi a importância e a necessidade da arte de calar. Notei o quanto o mundo precisa que nos calemos em alguns momentos e o quanto nós mesmos precisamos disso, para nos entender e evitar conflitos.
Caminho tão perdida em mim mesma, que creio que nada possa me encontrar ou me salvar do que eu posso fazer a mim. O que fazer quando seu maior inimigo é você mesmo?
Agora me vejo sentada no chão do banheiro, algumas lágrimas se misturam a água que cai do chuveiro sobre mim. Creio que nesse instante, elas disseram tudo que meu silêncio encobriu durante o dia.
Sei que a angustia não vai passar, mas permanecerei no recanto dos mudos, no mundo dos surdos, vou fechar os olhos e me igualar aos cegos e assim, desfrutar da virtude que os normais não possuem..."
Aline Alves


9 de mar de 2012

UM CARNEIRINHO... DOIS CARNEIRINHOS...



"Sono, por onde você anda?
Não fuja de mim agora
Preciso tanto da sua ajuda
Estou deitado, contando as horas
Amanhã acordo cedo
Tem escola, tem muito trabalho
Eu preciso pregar os olhos
E descontar todo o meu cansaço
Eu me concentro, eu faço força
Eu me obrigo a adormecer
Eu viro pr'um lado, eu viro pro outro
Mas a mente não quer me obedecer
O corpo não relaxa
O travesseiro cai no chão
Eu me arrasto pra pegar de volta
E o esforço é em vão
Fico meio dentro, meio fora da cama
São cinco da manhã, tô ferrado
Me levanto daqui a pouco
Com o corpo todo quebrado
As olheiras me denunciam
O espelho me destrói
Onde foi parar você, sono,
Meu amigo, meu super-herói?"
Thiago Lamas

7 de mar de 2012

INDICADOR ACUSADOR




"Se você não sabe explicar
Não me cobre o entender
Ainda não aprendi a ler mentes
Se faça compreender
Não me atribua a ignorância
Nem me aponte o dedo
Enxergue a sua incapacidade
Se olhe outra vez no espelho
É fácil encontrar defeito no outro
E ignorar seus próprios erros
Aprenda, meu caro
Que no mundo ninguém é perfeito
Nós estamos aqui pra isso
Pra aprender dia a dia
Somos produto bruto
Apenas pedras a serem polidas
Por isso, tome cuidado
Antes que o mundo te engula
Antes que alguém te xingue
Seu anta, seu filho da p***"
Thiago Lamas

6 de mar de 2012

1+1




"Você me olha nos olhos e tudo de repente ganha sentido
O que estava vazio se preenche com a luz do teu sorriso
O som que emite o seu bocejar
A vontade que eu tenho de te abraçar
Tudo o que desperta essa vontade
Nada que o tempo apague


Eu procuro palavras pra descrever sentimentos
Me perco em meio a busca com você no pensamento
O tom da tua pele em contraste com a minha
A cor dos teus olhos que minhas manhãs ilumina
Tudo o que me tira o sono
Tudo o que eu mais amo


Você e eu, dia-a-dia
Eu e você, lado a lado
Você e eu, toda a vida
Eu e você, conectados
A soma perfeita, qualquer que seja o resultado
1+1 somos nós, para sempre apaixonados"
Thiago Lamas

FIM DO ESPETÁCULO



"As cortinas se fecharam, as luzes vão se esvaindo, o palco agora está vazio.
Saiu de cena a artista principal de sua própria vida e coadjuvante de tantas outras.
Com atuação magistral, ela deixa o palco da existência arrancando lágrimas dos espectadores e daqueles que atuaram ao seu lado.
Foi-se a portadora do dom de nos encantar com seu jeito, de nos surpreender com sua sabedoria e nos fazer melhores com sua capacidade de arrancar sorrisos.
O fato é que até mesmo aqueles que não assistiram sua grande atuação no palco da vida, sentirão sua falta, por saber que talentos raros como esses jamais poderão ser substituídos. Atores do espetáculo da vida, que são capazes de nos fazer sentir coisas que só nossos corações podem explicar.
Ela sai de cena, deixa recordações marcantes de momentos e emoções na mente de todos aqueles que tiveram o privilégio de vê-la atuando.
A nós, resta apenas aplaudir de pé e levar em nossas mentes cada momento, cada ato, cada cena.
Espetáculos como esse, jamais serão vistos novamente."
Aline Alves


5 de mar de 2012

O HOJE


"Por onde andou?
O que fez você aparecer logo hoje?
Creio que você não saiba o bem que me fez...
Cada palavra dita foi tão intensa e importante pra mim...
Há algum tempo perdi a minha capacidade de dizer palavras bonitas e intensas. A vida já exigiu tanto de mim, que cheguei ao limite. Perdi a essência daquilo que me trouxe até aqui. Talvez por isso eu não tenha retribuído a altura tudo aquilo que você me disse.
Mas sei que o sorriso que brotou em meu rosto pode dizer muito mais do que qualquer palavra diria.
Dizem que em algum momento em sua vida você faz a diferença na vida de alguém... Hoje foi o dia que você fez a diferença pra mim.
Não desperdiçarei palavras que não podem expressar o que eu quero dizer, digo apenas obrigado e sei que você entenderá.
E te peço do mais fundo do meu coração, não me agradeça pelo poema, eu é que te agradeço a inspiração!"
Aline Alves


APRENDA


"Me sinto uma idiota na maioria das vezes, vendo pessoas que acham que o mundo gira ao redor delas mesmas atacando por todos os lados por um momento de deslize. Como se tudo que já foi vivido antes tivesse se apagado ou nunca tivesse existido, pelo que aconteceu em um único momento. Como se só existisse um vilão nisso tudo.
Fico pensando em outras pessoas que querem algo que eu não posso dar. Que querem que eu aja como se não me impostasse, como se não sentisse, como se não amasse. Desculpa mas sua amizade não me atrai.
Sou fraca em muitas coisas sim, ajo por impulso, falo o que não devo, magoou pessoas, sou humana como todo mundo. Mas creio que não sou fraca por amar sem ser correspondida esses anos todos, enfrentar conflitos internos que ninguém tem noção do quanto me consomem, ser o pilar que sustenta e impede minha família de se desfazer e encarar de frente coisas que eu não sou capaz de revelar. Isso faz de mim muito mais forte do que quem me ataca, do que quem insiste em me cobrar àquilo que eu não posso dar.
Saiba que sua magoa ou dor, é só sua e de mais ninguém. Você tem o direito de guardar o ressentimento que quiser, sobre o que quiser, mas isso jamais lhe dará o direito de descontar o que sente em ninguém. Lembre-se que quanto mais ferido você estiver, mais cego estará para a realidade. Não queira que te defendam, pois jamais será uma guerra. A única guerra que realmente existe em um conflito sentimental, é a tentativa de superação.
Aprenda que você pode sentir saudades de alguém, mas se houve algum tipo de afastamento é porque houve um motivo. Só tente uma reaproximação se você realmente puder fazer algum bem a essa pessoa, mas lembre-se que nenhum bem que você fizer vai apagar o que já aconteceu. Algumas marcas não podem ser esquecidas. Algumas dores não podem ser amenizadas. Algumas feridas jamais iram cicatrizar. Saiba que por mais que você queira estar perto, algumas vezes a sua distância pode ser muito melhor que a sua presença.
Aprenda a se colocar no lugar do outro e entender que se todos somos humanos, não temos direito de julgar nem condenar ninguém pelos seus atos. Todos erramos em algum momento.
Se em algum momento alguém foi capaz de te fazer sentir algo realmente forte, respeite essa pessoa e esse momento, pois qualquer coisa que possa acontecer não apagará o que foi sentido.
Você jamais terá o respeito de alguém se antes não der isso em abundância a todos que te rodeiam.
Aprenda que o que sua mão direita fizer, a esquerda não precisa saber.
Seja você e não se importe com o que disserem, pois quem realmente te ama, saberá reconhecer quem você realmente é. E pense bem, pra que se importar com a opinião de quem não te ama ou não te quer bem?"
Aline Alves

4 de mar de 2012

INSOMNIA



"Eu fecho os olhos e o sono não bate
A chuva cai lá fora e eu não me concentro
Milhares de idéias fluindo
Eu saio e me molho na rua
Encharco as lembranças e os medos
O som da fúria dos céus
Me lembra que há perigo em viver
Mais uma vez o medo me consome
Não há liberdade, não há felicidade
Apenas o espaço vazio no peito
Onde prolifera todo tipo de abominação
Pra tanta solidão, necessito proteção
Preciso de abrigo, mais que nunca
Outra vez me deito, mas o sono não vem
Porque, insistentemente, a chuva cai lá fora
E essas idéias não me saem da cabeça."
Thiago Lamas

1 de mar de 2012

RAINHA BRANCA DE NEVE


"Hoje é dia de fazer aquilo que não fazia há muito tempo: Levantar de madrugada, tirar a poeira dos velhos CDs, incomodar os vizinhos com o som alto, sentar para escrever e não falar de dor, amor ou afins.
O som ligado, volume alto o bastante pra calar meus pensamentos. Aquela mesma voz doce e imponente diz as palavras que acalmam meu coração a quase oito anos.
Costumam dizer que isso é fanatismo, mas sei que graças a essa voz minha vida se manteve até hoje. Nos momentos tristes eu chorei até dormir a ouvindo cantar as minhas dores, nos momentos de revolta eu a ouvi me mostrando um caminho, nos momentos felizes ela celebrou comigo.
Meus maiores amores, minhas maiores amizades e até mesmo minhas maiores decepção aconteceram graças a ela.
Amizades próximas ou virtuais, colegas ou amigos pra vida inteira, posso dizer que foi ela quem me apresentou.
Se abri meu coração pra poesia e me desvencilhei das coisas fúteis e sem importância alguma que o mundo nos oferece, foi porque ela me mostrou um caminho diferente do que a maioria insiste em seguir.
Hoje graças a ela eu existo, porque antes eu só vagava...
Obrigada por me trazer pra vida, minha rainha branca de neve."
Aline Alves