4 de fev de 2012

ELA


"Onde ela está?
Procuro pelas ruas, bares, praças...
Que tolice a minha tentar encontrar no mundo algo que está dentro de mim.
Ela chega, me tira o ar, toma conta de tudo que eu tenho e se vai, como se o prazer estivesse em me ver pensando, sentindo, querendo...
Eu fico observando tentando descobrir seus segredos, seus medos, mas ela é tão diferente de todas as outras, que eu me sinto a criança indefesa!
Não sei qual o lado bom disso tudo, se é estar com ela, sentir teu cheiro, teu calor... Ou poder sentir saudade o suficiente pra ter inspiração para escrever esses versos, para registrá-la naquilo de mais nobre que eu tenho e o que de melhor eu sei fazer, a poesia.
Não posso lhe dar nada, não tenho o que todos estimam ter, mas os meus versos mais sinceros sempre serão dela."
Aline Alves


Nenhum comentário:

Postar um comentário