30 de jul de 2013

RIO DE MAR


"Quando passo no Rio não dá pra controlar
O azul da cor do teu olhar
O calçadão me faz lembrar
Da tua boca a me beijar

Vou pra Copacabana passear
No fim de tarde, caminhar
Com a galera que eu deixei
Quando daqui eu me mudei

Seja em Cabo Frio, Ipanema ou Maricá
Pegar um bronze, é pra já
Água de coco pra hidratar
E ver a morena passar

Sentir o sol na minha pele tocar
Não tem como disfarçar
O grande prazer que me dá
Pro Rio de vez quero voltar

Ser carioca é algo mesmo assim
O Rio pra sempre vive em mim
Que saudade que me dá
Quando eu só venho visitar

E aquela garota que eu deixei
Foi em Ipanema que eu achei
Por tudo o que eu já vivi aqui
E por ela também eu voltarei

Rio de mar, Rio de mar...
Que saudade de te ver
Vou caminhar, vou caminhar
Na tua areia
Praia e sol, praia e sol...
Em teu calor vou me esquecer
Rio de mar, Rio de mar...
Vou mergulhar em você"
Thiago Lamas

Nenhum comentário:

Postar um comentário