18 de ago de 2013

SEGUNDAS CHANCES


"A certeza de um adeus e as novas possibilidades que preciso enxergar
O abandono do egoísmo e a indiferença com aquilo que não me faz bem
A mudança certa e necessária no momento mais inoportuno.

O abandono de velhos hábitos
Um novo corte de cabelo
Um novo emprego
O abandono de velhos vícios

E eis que a visão do mundo é modificada
Prioridades são substituídas e não sobra convicção inabalável
Hora de ver o mundo de uma forma menos inocente e fantasiosa
Filmes e histórias nos ensinam a esperar demais da vida e acreditar em coisas que na maioria das vezes não irão acontecer.
O que nos resta? Nos reinventar a cada dia, na certeza de que somente assim poderemos ver o amanhã com mais clareza.

É preciso dar uma segunda chance a nós mesmos
Porque o mundo e as pessoas sempre vão precisar de inúmeras segundas chances e mesmo assim dificilmente as coisas irão mudar.
Eu? Eu não sou mais o tipo a dar mais que uma segunda chance às pessoas, mas estou pronta a conceder a milésima segunda chance a mim mesma.

Hoje da velha criança sobra apenas a vontade de continuar
E da nova adulta ressalta-se a morte da inocência pura e da crendice em sentimentos fadados a clichês.

E que venha um novo dia e seja feita a vida!"
Aline Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário