30 de mar de 2012

DESTE LADO




"Sem retorno
Contra-mão do começo ao fim
Muita luta
Escolhendo entre o não e o sim


Uma só direção
Uma estrada com linha de chegada
Uma só chance
De fazer valer a pena a caminhada


Siga adiante
Olhe para frente e pra todos os lados
Vá em frente
Não desista, apesar do cansaço


O planeta em movimento
E nós com ele devemos seguir
Aqui é tudo transitório
Mas não vale a pena desistir


Pontos de vista mutáveis
Cada manhã uma nova labuta
Ano a ano, crescendo
Se desenvolvendo na luta


Todo mundo faz o mesmo
A Terra gira sem parar
Mesmo quando nos formos
Nada vai terminar


A carne perece
A alma descansa
O mundo segue
Nasce outra criança


O nosso lugar é transferido
Quando vaga, outro invade
Mas o que vivemos deste lado
É nossa saudosa felicidade"
Thiago Lamas

Nenhum comentário:

Postar um comentário