22 de abr de 2012

INDECISÃO


"Será que os pensamentos dela estão em mim, assim como os meus estão nela?
Será que os quilômetros que nos separam são capazes de ofuscar minha imagem nos olhos dela?
Eu penso tanto, quero tanto...
Às vezes me sinto uma adolescente apaixonada.
Me sinto a garotinha de 15 anos com seu primeiro amor.
Fico sem saber o que falar, sem saber se devo ficar perto de mais ou dar espaço.
As mãos não param de soar. Os olhos brilham...
Vejo-a em tantas coisas que fico me perguntando se ela realmente não está me seguindo.
E fico me perguntando se devo falar tudo ou se guardo pra mim.
Não sei se devo esperar ou queimar tudo em uma chama só... A mais intensa...
E nessa indecisão eu permaneço sem sair do lugar, sem saber se ela realmente quer ou se está apenas se enganando..."
Aline Alves


2 comentários:

  1. LINDO. E triste. Coisa de poeta. Parabéns, parceira!
    -Th.

    ResponderExcluir
  2. Incrivel como vc consegue transformar claramente sentimentos em palavras... Não canso de dizer: VOCE É FODA!

    ResponderExcluir