30 de jul de 2013

MUITO


"Vôo alto, na velocidade da luz
Pois no raso já não sinto mais emoção
É tão pouco o tempo que eu costumo ter
Tanta coisa ainda que eu quero viver

Eu não procuro nada
Mas a vida responde
Tento calar a sua boca
Mas ela me cospe
Me acostumei com muito
Com isso eu vou levando
Me organizo e aos poucos
Vou me encontrando

Nessa bagunça que eu criei
A tantas coisas me dediquei
Com várias delas me iludi
Com tantas outras delas fiquei

Eu não procuro nada
Mas a vida responde
Tento calar a sua boca
Mas ela me cospe
Me acostumei com muito
Com isso eu vou levando
Me organizo e aos poucos
Vou me encontrando
Nessa bagunça que eu criei...

Sou tantos caras, mas sou um só
Acumulando experiência
Querendo mais do que eu posso ter
Tenho mais do que eu posso lidar"
Thiago Lamas

Nenhum comentário:

Postar um comentário