30 de jul de 2013

ALGUMAS CANÇÕES


"Te fiz comida, velei teu sono
Fui teu amigo, te levei comigo
E me diz: pra mim o que é que ficou?
              Meninos e Meninas - Legião Urbana

Lembro e ainda penso e nem sei se ao menos devo me desvencilhar.
E ao final de tudo eu me pergunto o que ficou? 3 rosas em um livro, bilhetes escritos em guardanapos e recordações em gavetas.
E o que eu fiz realmente não foi suficiente? Noites ouvindo, os remédios pela manhã e preocupação sem esperar nada em troca.
Penso que seja pouco, pois se romperam os laços que poderia me segurar.

Eu fiz o meu destino mudei a história
Mas por que não é como um conto de fadas com dragões de suposições
De um reino não tão distante o bastante, porém longe do...
Meu olhar.
                                                      Saphira – Lex Level

E eu deveria acreditar em contos de fadas?
Deveria crer que é possível se apaixonar, ser separado por alguma brincadeira fria do destino e no último capítulo do livro ver um sentimento prevalecer?
E será que realmente os dragões e monstros que habitam em nós, são quem decide pra onde vamos?
O fato é que na vida real, não existe príncipe que atravessa o mundo e luta contra qualquer dificuldade para estar ao nosso lado...

E sem mentiras, nosso fim eu nunca desejei
E conto as horas, desde que tudo se foi.
Meu personagem, e por sinal sua pior invenção
Ou sua melhor diversão.
                                            Carta ao Céu – A Última Theoria
                                                                      
Eu não desejei... Eu sabia no mais íntimo de mim, mas não quis acreditar!
Não quis acreditar no que o mundo insistia em tentar me empurrar goela a baixo.
Deveria ter mantido meu melhor personagem até hoje... Deveria realmente ter ignorado o pedido para ser eu mesma!
E agora me resta brincar entre os ponteiros do relógio.
Fico entre contar o tempo e me perder nas horas.
Entre o que foi e o que certamente não será.

I don't want to say goodbye
I can see the fear inside your eyes
It's so hard to walk away
(…)
I'm already missing you
                                            Missing You – Big Dismal feat. Amy lee

Deveria acreditar? Deveria esperar? O que deveria ser feito?
Se dizer adeus não era uma vontade, por que insistir?
E eu sinto tanta falta!
Antes era o medo, hoje tento me conformar com a certeza de que não vai mudar.
Respiro e insisto em não enlouquecer, já que se tornou completamente difícil entender alguma coisa!

When we're together I feel perfect
When I'm pulled away from you I fall apart
                                                                You - Evanescence

Algumas canções não serão mais tocadas.
Alguns versos marcaram tanto, que para não ferirem, precisam ser guardados...
Não sabia que fosse possível desabar de fato... Descobri que sempre é possível!
E a perfeição se dá por sentimentos e momentos tão frágeis que sempre são levados pelo vento e se desfazem no céu noturno.

Contra a corrente
A favor dos sonhos
Perdido nos labirintos da existência
O vento sopra a favor
De quem sabe pra onde ir
                                            Sopro – Ponto Nulo no Céu

Creio que se houver uma fagulha, uma chance, um motivo, uma razão... Eu ainda posso romper as correntes.
Posso deixar o vento me levar pelo caminho que sempre quis seguir.
Mas isso seria apenas um sonho... Uma mera utopia.
Gostaria mesmo de saber por que complicar o que era simples e criar labirintos e obstáculos em um caminho que não tinha nem curvas.
E agora, pra onde ir?

Quero brigas, quero beijos
Quero rotina
Acordar e te ver todo dia de pijama
Na sala, no banheiro, na cozinha, na varanda.
Quero um filho teu
Tua cara, olhos meus
Cuecas e calcinhas no varal
E ao final da vida, velhinhos perceber
Que não foi assim tão mal.
                                         Cuecas e Calcinhas – Alexandre Nero 

Ainda penso em como seria daqui a 50 anos..."
Aline Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário