12 de abr de 2014

SORRIA MINHA CARA


"O que houve?
Pra onde vai esse sorriso que encanta até em foto?
Talvez um desgaste emocional ou quem sabe uma desilusão qualquer? Prefiro nem entender, continuo achando que nada deveria dissipar esse brilho que abre covinhas nas bochechas e caminhos nos meus pensamentos.
Pare, respiro, feche os olhos e se perca em qualquer lugar onde nada consiga arrancar a coisa mais linda em você.
Não sei seus caminhos, não sei suas dores, não sei quem é você, mas sei que nada pode ser importante o bastante para valer algo tão precioso.
Se te cabe de consolo, já estive do outro lado da desilusão e sei que o caminho é um só e é exatamente o oposto desse que você está agora.
Que venha o vendaval, que venha a tempestade e que em seu interior permaneça a quietude e a calmaria da certeza que o poeta tinha razão: É claro que o sol vai voltar amanhã.
Sorria minha cara e saiba que o fim da escuridão está próximo!"
Aline Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário