1 de dez de 2015

DIZEM


Dizem que o tempo está aí para amenizar.
Dissipar, cicatrizar e talvez curar.
Mas o que não contam nos livros infantis é que na maioria das vezes o tempo acentua dores que diziam que só ele poderia afagar.
Não se assuste, pois muitos iram se prender apenas em julgar.

- Olha como ela é dramática!
- Queria ver passar metade do que eu já passei.
- Sinceramente, isso é falta de uns bons tapas.
- Isso aí não é nada, eu passo por coisas piores.
- Ela ainda chora isso? Vira o disco!

Nunca esperei que ninguém entendesse de fato o que se passa aqui dentro. Mas parece que com o tempo as pessoas tornaram-se absurdamente mais arrogantes em suas certezas.
Houve um tempo bom.
Brisa leve que trouxe calmaria.
Cheguei a ouvir, que novos tempos viriam, novos ares...
Mas é como sempre dizem: “São apenas boatos.”

E novamente aqui estou, depois de tanto tempo... Mais uma vez entrelaçando palavras e sentimentos conturbados demais para ficar trancafiados no porão da minha alma.
Já faz algum tempo que eu não escrevia. Acostumei a procurar alguma música que me acalmasse, alguém para conversar, alguma droga para mascarar tudo... E por fim sei que voltei ao início, mas com algo muito maior do que aquilo que atormentava antes...

Aline Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário