10 de fev de 2012

O DIFERENTE


"O que define o que é comum ou não?
O que faz a menina de tênis, calça jeans e camiseta, ser inferior a menina de salto, saia curta e Tomara Que Caia?
O que faz o gordo ser excluído?
O que faz o menino que usa óculos ser o alvo de todas as piadas na escola?
O que faz o branco ter mais espaço na sociedade que o negro?
O que faz o pobre ser invisível na multidão?
O que define que a princesa que é feliz nos contos de fadas seja um retrato da perfeição?
O que define que os príncipes sejam semideuses?
O que define que o menino deve usar azul e a menina deve usar rosa?
O que define que homem não pode chorar?
O que define que mulher não entende de futebol?
O que faz você pensar que tudo isso é só mais um discurso sobre fatos que não são relevantes?
O que te leva a crer que você nunca fez ninguém se sentir mal por alguma dessas situações?
Sabe o que define tudo isso meu caro?
O seu preconceito!
Sua ignorância idiota, que insiste em alimentar e passar adiante preconceitos e definições que excluem, que limitam, que diminuem... Que não faz você ser maior que ninguém, mas te torna cada vez mais inferior a tudo isso que você insiste em negar!
O negro, o pobre, o gordo, o que usa óculos, a mãe solteira, o homossexual... São todos iguais, diferente mesmo é a arrogância das pessoas, que cada vez limita e afunda mais a humanidade!"
Aline Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário