22 de mar de 2012

SENTIDOS




"No branco completo
A minha mente se esvai
Num silêncio perturbador
Todo o juízo se vai


Eu olho para os lados
E nada mais tem foco
Coço os olhos com força
De sentido então eu troco


Tento sentir o gosto
O amargo, o doce, o salgado
Já cansado, engulo, pesaroso
É como se estivesse resfriado


Procuro com os dedos seu rosto
Mas meu corpo já não responde
Estou preso, aqui, neste corpo
Será isto, meu Deus, a chamada Morte?


A minh'alma caminha tão livre
Não há frio, nem fome ou dor
Não há luz ou barulho, mas se vive
Com aquilo que chamamos de amor"
Thiago Lamas

2 comentários:

  1. Como sempre arrasando... ;)
    Esse blog eh demais!!!
    Sucesso sempreee!!!
    Bjaooo

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado, Alline! Continue acompanhando!
    -Th.

    ResponderExcluir