11 de abr de 2012

CARTAS AOS MEUS - II


"Às vezes fico me perguntando o que seria da minha vida hoje se aquela noite você não tivesse aparecido. Creio que eu não estaria de pé, isso se eu ainda estivesse aqui.
Fico imaginado o que seria de mim se você não tivesse cruzado o meu caminho. Eu não conheceria metade das pessoas mais importantes da minha vida hoje.
As emoções mais intensas dos meus últimos sete meses eu devo a você.
Eu tento ficar por perto, dar atenção, me dedicar, mas sei que nada, NADA, que eu fizer irá poder retribuir tudo o que você fez e ainda faz.
Você fez minha vida virar ao avesso, entendeu meus problemas, aguentou minhas chatices, ouviu meus desabafos, me aconselhou quando eu quis desistir e compreendeu o tamanho de um sentimento que guardo em mim há anos.
Uma hora esposa, outra amiga, mas sempre uma irmã!
Cravada na alma, como tudo que é eterno.
Jamais esquecerei o que você é e quem foi pra mim, não se se anjos existem, mas se eles forem como você tenho certeza que o céu é o paraíso."
Aline Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário