22 de jul de 2012

DE VEZ, DESSA VEZ


"E se o não, não for mais não
E se o sim, não for mais o sim
A certeza se perdeu em nós a tanto
Que nós fez sentir assim
Eu distante de tudo
E você distante de mim

Apenas o ar que doi quando entra
E a cabeça que não para de rodar
Dessa vez eu só me tranquei pra poder chorar
Sem que ninguém pudesse se importar

Mais um dia que os sentimentos caiem
E eu vou te deixar de vez, dessa vez

Não há mais tempo, não há mais volta
Não adianta dizer que ainda se importa
Hoje é preciso mais que palavras...
Pra me prender, outra vez.
Eu precisei me deixar levar
Eu precisei permitir que meu coração
Pudesse se quebrar
E que mais uma vez, a dor viesse visitar

Só assim eu pude entender
Que não importa o que eu seja
Eu nunca vou ser o bastante pra você

E dessa vez eu sei que não foi minha culpa
E agora eu sei que posso me levantar
Tentar seguir sem me culpar
Por dessa vez ter te deixado
E ido embora
Pra nunca mais

E se existe alguma ligação entre nós
Que ela ressurja do lado
Ou em outra vida
Mas não, não mais aqui
Não nessa bagunça
Esse caos que a gente deixou se formar

Você que fez tantas escolhas
E que nunca me incluiu nelas
Pegue suas coisas e siga seu caminho
E não olhe pra trás
Porque eu não vou mais
Estar lá"
Aline Alves

Um comentário: