1 de ago de 2012

QUEM SOU?


"O que se sente.
O que se vê.
Pelo que se chora?

Ainda existe lugar para os sonhos?
E os sonhos de fato existem quando abrimos os olhos pela manhã?

Um vazio cada vez maior.
Uma dor que parece ser incontrolável.

O valor dado a quem não merecia.
O tempo que não volta.
O abandono entregue a quem estava por perto.
As escolhas que sempre foram erradas de mais...

O que eu sou de fato?
A sobra de ontem?
Ou seria eu, um projeto mal feito do amanhã?
Seria um erro do presente ou uma brincadeira de Deus?

A falta de paz, o esforço desnecessário.
Meu corpo está aqui, mas minha mente voa por lugares que minha memória desconhece.
E meu coração... Ah meu coração... Ferido, cansado, desprezado, dolorido, maltratado...
Esse ainda pulsa, mas por obrigação. Por um mero capricho da vida."
Aline Alves


Nenhum comentário:

Postar um comentário