12 de nov de 2012

OLHOS CANSADOS


"Alguns passos dados no rumo que meus olhos apontam. A visão já turva na maior parte do tempo, certamente não aponta o melhor caminho, mas sei que me levam pra longe de tudo que vi por aqui.
Esses olhos tristes que já presenciaram tantas coisas, tantas dores e por muito tempo estiveram imersos em lágrimas.
Olhos que por muito tempo buscaram insaciavelmente aqueles olhos... Aqueles olhos tão singelos e ternos, porém que escondiam uma capacidade enorme de magoar e arrancar lágrimas desses meus olhos cansados.
Pobres olhos que viram o amor partir. Viram a traição, a mentira, a enganação... Olhos que viram lobos em pele de carneiro, aproveitadores se aproximando, certezas sendo quebradas, amigos se afastando, se perdendo...
Se fecho esses olhos sinto que eles desejam intensamente não mais abrir e apenas se esconder da luz, de alguma forma tola hoje eles acreditam que existe um abrigo escondidos na escuridão dos meus sonhos.
E quem pode julgar se hoje meus olhos assustados se escondem do mundo?
Por tanto tempo eles foram fortes, firmes, mas sensíveis de alguma forma.
Mas quando eles viram que seu super-herói na verdade era o maior vilão de sua história, a forma como o mundo era visto mudou completamente e aqueles olhos inocentes se tornaram frios e vazios.
Aqueles olhos que viam o mundo com a visão de uma criança, hoje preferem não mais enxergar.
E mesmo com a visão embaçada, meus pés seguem a estrada que meus olhos indicam... Amanhã possivelmente esses olhos se cansarão e se recusarão a ver mais uma vez e meus pés com eles descansarão eternamente!"
Aline Alves

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada Helisson. Fico feliz que que você tenha gostado e lido alguns dos textos do blog.

      Excluir