5 de jan de 2013

TÃO FASCINANTE E TÃO SIMPLES


"Seus dedos se entrelaçam nos meus e ela se prende a mim da forma mais intensa que poderia.
Sua respiração cada vez mais ofegante acelera os batimentos do meu coração e me conectam cada vez mais a tudo aquilo.
O calor faz o vidro da janela embaçar...
Eu tento me conter e de alguma forma fugir, mas como escapar daquele olhar?
Seus dedos se perdem em meus cabelos... Ela aperta a minha nuca...
Cada vez mais presa, cada vez mais perdida.
Me torno um brinquedo em suas mãos e passo a fazer parte do seu jogo, me entrego a suas regras e sigo seu roteiro pro momento.
Puxo o ar com força pra tentar manter o folego que ela rouba com tanta facilidade de mim.
Cerro os olhos, me viro, me reviro, me sinto, a sinto, suspiro, respiro...
Busco me armar de mil formas e manter o controle da situação e como sempre, no fim de tudo, ela sempre me vence...
Ela se levanta e arruma os cabelos. Acende um cigarro, se apoia na janela e fica ali, olhando para o céu.
Eu não me mecho, não me levanto. Fico de longe a observando e tentando descobrir o que se passa em seus pensamentos, tentando desvendar seus segredos, tentando entender como ela consegue me prender em uma montanha russa de sensações em uma noite só.
Ela volta, me abraça e toma seu lugar em meus braços. A mulher que a pouco me dominou transformou-se na menina indefesa em busca de colo.
Tão fascinante e tão simples...
Ela me olha, me beija e fecha os olhos. Dorme com um sorriso nos lábios que me hipnotiza.
E eu? Eu fico a observando. Contemplando...
Ela precisou dormir para sonhar, enquanto o meu sonho está ali, ao meu lado... Dormindo!"
Aline Alves

Um comentário: