7 de mai de 2013

CICLO SEM FIM


"Estive aqui, embora todo o tempo pensasse em fugir.
Estive próxima, embora ansiasse pelo isolamento.
Dediquei palavras de acalento, embora preferisse me manter em silêncio.
Ouvi os gritos e as acusações vorazes, embora minha real vontade fosse tampar os ouvidos e fingir que não era comigo.
Aceitei passivamente as escolhas que não me beneficiavam, embora desejasse de fato armar uma guerra.
Acreditei nas histórias mais improváveis, embora quisesse desde o início dizer que sabia da verdade.
E ao final, recebi ingratidão no lugar de entendimento.
Recebi acusações ao invés de conselhos.
E quando todos estavam ocupados demais mostrando ao mundo o quanto estavam machucados e gastavam todo seu tempo jogando sem o menor pudor sua dor sobre mim, eu engoli meus traumas e escondi a forma como tudo me afetou.
Hoje ainda permaneço marcada, talvez perdida, certa de que mudei e ainda assim imersa em um ciclo sem fim no qual a única afetada sou eu."
Aline Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário