7 de mai de 2013

GARÇOM, POR FAVOR, UM CAFÉ PARA DOIS


"Garçom, por favor, um café para dois.
Apenas uma xícara, pois nesse caso dois corpos formam um só coração.
Talvez tomar um café não seja tão romântico como pedir um prato de macarronada e dividir o mesmo fio de espaguete, mas quem disse que o amor está preso aos clichês?
Não precisa trazer açúcar nem adoçante, o doce que dará o sabor ao café já está em nossas bocas... Quer algo mais doce do que estar apaixonado?
Não se importe se o café estiver frio, pois nossos corações estão aquecidos o suficiente.
E se ele vier fraco? Tudo bem, já trago dentro de mim um sentimento forte o bastante.
E eu nem me importo se ele demorar pra chegar, assim tenho mais tempo para estar ao lado da minha outra metade.
E assim que trouxer o café não se preocupe em nos interromper, deixe em um canto da mesa e pode sair sem muita cerimônia. Deixe o cheiro do café se misturar aos nossos perfumes...
E quando esta xícara estiver novamente vazia logo você me ouvirá chamar novamente: Garçom, por favor, um café para dois.
E talvez essa noite você nos sirva umas cinco ou seis xícaras, mas uma de cada vez. O charme nisso tudo está em dividir o café com a pessoa que pretendo dividir a minha vida."
Aline Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário