27 de set de 2013

SENSAÇÕES


"Sinto um calor tomar meu peito
Um frio gelar a espinha
Aquela sensação estranha
As pernas tremulas
O coração palpitante
As mãos inquietas
Uma vontade de gritar
E uma força esmagando meu ser
A vista fica turva
A boca fica seca
E eu estou entregue
Não há mais como fugir
É esse o meu fim, meu amor
Me perdi no seu sorriso
No desenho dos seu lábios
E toda vez que você sorri
Sinto um calor tomar meu peito
Um frio....
E eu estou entregue
E eu não posso negar
Eu não posso evitar
Eu te amo
Com cada gota do meu ser
Eu...
Estou entregue."
Ana Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário