19 de out de 2013

FODA-SE


"Caro leitor, antes que continue a ler o que falarei aqui peço que avalie se conseguirá digerir uma série de palavras chulas e esbravejamentos sem nenhuma censura. Caso isso lhe incomode de alguma forma, aconselho a não ler os versos que se seguem...

Costumo começar cada texto sobre esse assunto com uma lamentação ou um tom de “se”, mas dessa vez prefiro começar com um forte e sonoro: FODA-SE!
Toda pessoa erra, mas o fato é que existem dois tipos de pessoas. As que erram, aprendem com seus erros e se tornam pessoas melhores. E as que erram, se fazem de vítima, permanecem errando e assim continuam sendo tão medíocres quanto sempre foram. A pessoa que serve de inspiração para esses versos sem dúvida alguma se enquadra no segundo grupo!
E sabe qual foi meu maior erro? Regar capim achando que nasceria uma rosa. De grosso modo, foi tratar como princesa quem se sente bem em ser uma vagabunda!
Lembro de uma noite em que pedi a Deus para fazer o que fosse melhor e hoje vejo que o melhor foi me afastar de um dos maiores erros que eu cometi.
Me sinto burra ao ter arriscado perder pessoas incríveis por uma que não vale nem este texto. Aliás, depois de certas coisas dou mais valor ao chão que eu piso que a algumas pessoas...
Notei que algumas pessoas adoram sentir dor, então deixa a vida bater. E pelo que tenho visto ainda vai bater muito!
E se antes eu sentia frio na barriga ao pensar nisso tudo, hoje o meu estômago revira.
Mas o bom de conhecer gente filha da puta é que a gente aprende a dar valor a quem somos e a quem realmente está do nosso lado.
Hoje agradeço demais a Deus por não ser assim e não viver ridiculamente como alguns aceitaram viver passivamente.
Eu respeitei meu momento, me aproximei de quem queria me ajudar e me fazer bem, deixei meu coração descansar... Sem essa de matar um amor com outro ou encobrir um erro com vários. Quando sair do casulo, meu voo será alto e de lá de cima vou ver muita gente cair e darei de presente a indiferença.
De que adianta repetir a mesma história de forma cada vez mais intensa e não aprender nada com isso? E não cuidar de si mesmo? E não saber cuidar dos outros? Sinceramente, não dá pra esperar respeito de quem não respeita nem a si mesmo... Por isso a falta de respeito para alguns virou rotina.
Sorvete? Acho que não, um Iceberg talvez. Frio, imóvel e capaz de destruir inúmeras vidas.
Sorriso lindo? Não, sorriso cheio de maldade e pronto para manipular, causar discórdia, estragar o que era certo e iludir.
Mas creio que a vida seja um constante retorno e tudo o que você faz para alguém irá voltar para você, de forma diferente, mas com a mesma força.
Então espero que quem cagou na vida inteira, esteja pronto para colher merda!"
Aline Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário